top of page

Mirian Cristina dos Santos, nova curadora da #PRETAPALAVRA

Querids, tudo bem? Como vocês sabem, o bastão do #pretapalavra foi passado para uma palavra preta muito potente. A querida Mirian Cristina vai trazer dicas, sugestões e pensamentos de outras pretas-super-poderosas pelos próximos meses. Eu não poderia estar mais feliz e, vocês, em melhores mãos!


Sigamos. Resistamos. Juntes!

Salve, Mirian!


Maria Carolina Casati



Olá, pessoal!

Como nova curadora do #pretapalavra deste semestre, trago um pouco do meu trabalho. Vamos nos conhecer melhor? Para este começo de conversa, nada melhor que o livro "Intelectuais Negras" a alinhavar este fio. O livro, publicado pela Editora Malê, trata de três mulheres pretas incríveis, que hoje são referência como escritoras e pensadoras da condição negra: Conceição Evaristo, Miriam Alves e Cristiane Sobral.


E para esta apresentação, dá só uma olhada na fala da própria Conceição Evaristo sobre o livro. Sim, a rainha indicou meu trabalho!


(foto da autora)


“O título do livro, Intelectuais Negras, já aponta as mulheres negras como produtoras de pensamento, como produtoras da arte, como voz escrita, como escritas que veiculam episteme e ensinamentos. Isso quebra com o imaginário de que as mulheres negras não possuem intelectualidade. Essa leitura já começa indicando essas mulheres como intelectuais. Isso amplia não só a possibilidade de conhecimento da literatura produzida pelas mulheres negras, mas também impõe um novo paradigma para se pensar a literatura nacional brasileira, porque o discurso literário fala mais da identidade de uma nação do que o próprio discurso político ou que o discurso histórico. Intelectuais Negras: Prosa Negro-brasileira Contemporânea é um livro extremamente necessário para que se possa entender em profundidade a autoria negra contemporânea e assim apresentar novos parâmetros, ou novos paradigmas, para pensar a literatura brasileira”


Conceição Evaristo

Curadora ciclo #42 Panaceia Clube de Livros


(foto de Lis Pedreira)




Captar o sensível em palavras é sempre um desafio. É difícil falar de certos encontros, que mais parecem reencontros, sem marejar o coração e os olhos.


Conheci Maria Júlia no domingo #8M. Eu fui apresentada como escritora pela mãe da menina de cinco anos. Maria Júlia olhou o livro e perguntou sobre o assunto. Após a orientação da mãe, a menina comunicativa estava ali na minha frente querendo saber do "Intelectuais Negras".


(foto de Thamiris Silva)


Foi difícil organizar pensamentos e sentimentos, em lapsos de segundos, em palavras urgentes para a Maria Júlia atenta. Sobre o que fala o seu livro?! Ela perguntava até com os olhos…

Por fim, eu respondi que o Intelectuais Negras falava sobre a escrita de mulheres negras, sobre o quanto nós somos bonitas, maravilhosas, poderosas, inteligentes... Enquanto eu falava, a Maria Júlia sorria iluminada, olhando nos meus olhos. Eu mostrei a minha foto na orelha do livro, ela sorriu mais ainda, e disse que tinha gostado. Foi assim que eu recebi o abraço mais gostoso e demorado da vida, sinalizando que nossas lutas não são em vão!



Mirian Cristina dos Santos

curadora da #PRETAPALAVRA






uma série de cursos, oficinas, aulas abertas e produção de conteúdo digital, que visa apresentar textos, poemas e pensamentos de mulheres negras, divulgando a "escrevivência" em seu sentido mais ancestral.






Mirian Cristina dos Santos é Doutora em Letras (UFJF) e Especialista em Políticas de Promoção da Igualdade Racial (UFOP). Professora Adjunta do Instituto de Estudos do Xingu (IEX/Unifesspa). É autora do livro "Intelectuais Negras: prosa negro-brasileira contemporânea" (2018). Mirian também é idealizadora do Clube de Leitura Lendo EscritorAs.











bottom of page