top of page

Um poema de Yolanda Castaño #tradução&poesia



Yolanda Castaño




Yolanda Castaño nasceu em Santiago de Compostela em 1977. É poeta e gestora cultural, dirige festivais, oficinas literárias, oficinas de tradução poética e ciclos mensais de poesia com autores galegos e internacionais. Recebeu o Prémio Crítico de Poesia Galega 1998, com "Vivimos no Cycle das Erofanías", e o Prémio Crítico El Ojo 2009, com "Profundidade de Campo" (2009). Recebeu bolsas de residência para escritores em Rodes, Munique, Pequim e Escócia. Seu trabalho está em muitas antologias, participou de inúmeros festivais e encontros pela Europa, Ásia e América, e sua poesia já foi traduzida para mais de 25 línguas.























Idioma da Tinta / Lingua Dell'inchiostro - Leituras de Yolanda Castaño








#tradução&poesia - Curadoria de Francesca Cricelli



Francesca Cricelli, é poeta e tradutora literária. Cresceu entre o Brasil, a Itália e a Malásia. Publicou os livros de poemas Repátria no Brasil e na Itália (Selo Demônio Negro, 2015 e Carta Canta, 2017) e 16 poemas + 1 nos EUA (edição de autora, 2017), na Islândia (Sagarana forlag, 2017) e na China (Museu Minsheng, 2018), além da plaquette As curvas negras da terra / Las curvas negras de la tierra (edição bilíngue, Nosotros Editorial, 2019). Suas crônicas de viagem e uma breve prosa de autoficção foram reunidas no livro Errância (Edições Macondo e Sagarana forlag , 2019). Traduziu, entre outras, Elena Ferrante (Biblioteca Azul, 2016) e Igiaba Scego (Nós, 2018). É doutora em Literaturas Estrangeiras e Tradução pela Universidade de São Paulo, com uma tese sobre o acervo de cartas de amor de Giuseppe Ungaretti para Bruna Bianco. Atualmente vive na Islândia onde estuda língua e literatura islandesa.
















Σχόλια


bottom of page