top of page
Poesia & canção brasileira: namoro ou casamento?, com Patricia Palumbo
Poesia & canção brasileira: namoro ou casamento?, com Patricia Palumbo

Poesia & canção brasileira: namoro ou casamento?, com Patricia Palumbo

Datas: 14, 21 e 28 de agosto (quartas-feiras) Horário: das 19h30 às 21h30

Informações

14 de ago. de 2024, 19:30 – 28 de ago. de 2024, 21:30

Transmissão via Zoom

Sobre

O encontro entre letra e música é o que se chama canção. No Brasil, temos letristas extraordinários e aqui a discussão sobre o que é poesia e o que é letra ganha outros contornos. São clássicas as parcerias de poetas com grandes compositores: Tom Jobim e Vinicius de Moraes, Jards Macalé e Waly Salomão, Itamar Assumpção e Alice Ruiz, para dar três exemplos distintos entre épocas e estilos. Antonio Cícero demorou para publicar seus poemas em livro, mas eles já estavam nos ouvidos de toda uma geração que ouvia Marina Lima cantar.

Nossa diversidade é gigante nesse assunto. Em sua trajetória de mais de 40 anos como jornalista de rádio, Patricia Palumbo aprendeu a prestar atenção nas letras e a perceber que há poesia na canção. Muita poesia. Ao longo dos anos, também entrevistou inúmeros cantores, intérpretes, compositores e cantautores, e teve oportunidade de conversar com eles sobre suas canções, melodias e letras. Mais recentemente, em seu podcast de poesia "Peixe Voador", Patrícia tem mergulhado na leitura de poemas de todas as épocas, autorias e origens e segue entrevistando poetas contemporâneos.

Essa série de aulas vai tratar justamente disso, da poesia na canção brasileira. Poetas letristas e letristas que quase sem querer fazem poemas para tocar no rádio. A poesia faz parte do nosso cotidiano, não só nas pequenas coisas como ensina Manoel de Barros, mas também nas músicas que fazem a nossa trilha sonora.

>> O curso será gravado e você poderá assistir quantas vezes quiser às gravações das aulas.

>> Emitimos certificado de participação!

Programação

Aula 1 – As canções de amor dos anos de ouro do rádio, as serenatas, os madrigais e o romantismo antes da bossa nova. Vamos ler e ouvir: Noel Rosa, Herivelto Martins, Manuel Bandeira, Dorival Caymmi.

Aula 2 – O cantinho, o sol e o mar na bossa nova, Tom Jobim e Vinicius de Moraes, Cacaso, Capinam, o Clube da Esquina. Vamos ler e ouvir: Milton Nascimento, João Gilberto, Tom Jobim, Ary Barroso, Elis Regina, Djavan

Aula 3 – O  tropicalismo e a canção no séc. XXI

Vamos ler e ouvir: Caetano Veloso, Torquato Neto, Waly Salomão, Luiz Melodia, Cazuza, Adriana Calcanhotto

Público-Alvo:

Não há pré-requisitos. A todas as pessoas que desejem conhecer mais sobre poesia e sua relação amorosa com a canção brasileira. A todas as pessoas que gostam de cantar no chuveiro, ouvir boa música brasileira, e que querem mergulhar nas letras de canções icônicas.

Patricia Palumbo é jornalista e pesquisadora. Tem quase 40 anos de trabalho em rádio. Herdou do seu pai o amor pelo rádio e da sua mãe o talento para contar histórias. É radialista, jornalista, caiçara e marinheira. Premiada 4 vezes por seu trabalho em rádio pela APCA, melhor radialista pelo WME (Womens Music Event) em 2018, homenageada no Prêmio Profissionais da música em 2021, apresenta desde 1998 o programa Vozes do Brasil.

Sua vivência no rádio permitiu realizar o projeto inovador da Rádio Vozes em 2016, uma grande plataforma online de podcasts e música. Apresenta o Instrumental Sesc Brasil desde 1999. Tem 3 livros lançados, o mais recente pelas Edições Sesc: Vozes do Brasil – Entrevistas Reunidas, com 33 artistas da música brasileira. Tem colaborações em diversas edições sobre música brasileira, inclusive no Brasilien Positionen, lançado na Feira do Livro de Frankfurt no ano do Brasil, na Alemanha, pelo Instituto Goethe.

Faz curadoria e consultoria musical. Em 2020, durante a “infinitena”, criou seu podcast Peixe Voador, um diário intimista cheio de literatura e poesia, que começou como uma forma de deixar os dias de isolamento mais leves. Assina a direção musical do filme Luiz Melodia – No Coração do Brasil, lançado em 2024.

>> Estes valores têm um caráter de doação e serão usados para financiar os projetos d'A Capivara Instituto Cultural.

Contribuições

  • Contribuição Tô podendo

    Esse tipo de doação nos ajuda a manter o programa de bolsas para as pessoas em situação de vulnerabilidade.

    R$ 300,00
  • Bolsa Social

    Destinado a estudantes de graduação e pós, bolsistas CAPES/CNPq e pessoas em situação de vulnerabilidade social, por questões de raça, gênero, orientação sexual, outras. (*Vagas Limitadas)

    R$ 130,00
    Esgotado
  • Contribuição Tô dura

    Essa doação nos possibilita manter A Capivara Instituto Cultural em operação.

    R$ 190,00

Total

R$ 0,00

Compartilhar evento

bottom of page