top of page
FORMA EM FUGA - A escrita do ensaio, com Gustavo Silveira Ribeiro
FORMA EM FUGA - A escrita do ensaio, com Gustavo Silveira Ribeiro

FORMA EM FUGA - A escrita do ensaio, com Gustavo Silveira Ribeiro

Datas: 28 de setembro; 05, 19 e 26 de outubro (quartas-feiras) Horário: das 19h30 às 21h30

As inscrições estão encerradas
Consulte a nossa agenda

Local e Horário

28 de set. de 2022, 19:30 – 26 de out. de 2022, 21:30

Transmissão via Zoom

Sobre o Evento

A partir da análise detida de textos teóricos sobre o gênero e de uma série de ensaios de referência, o curso pretende oferecer subsídios para uma melhor compreensão das múltiplas possibilidades do ensaio, contribuindo também para a formação de um repertório mínimo e um pouco menos óbvio de leituras. 

A cada encontro, o foco das discussões irá recair sobre o trabalho de um ensaísta particular, a partir do qual questões mais amplas de método e técnica, e também conexões com outros autores e textos, serão propostas. 

Combinados a essa empreitada teórico-crítica, os encontros querem também servir como uma oficina mínima, na qual os estudantes possam, através dos exercícios oferecidos e comentados, desenvolver o seu próprio texto, produzindo, ao final do curso, um ensaio que será discutido, oralmente e por escrito, com cada um dos participantes.

Aula 1

Jacques Derrida

O ensaio como exercício de desestabilização da língua e do pensamento – o ensaio contra, o ensaio como deriva, o ensaio como forma inseminante e perversa, veneno que corrói desde dentro o texto que lhe serve de base ou mote. O trânsito aberto (& tenso) entre a filosofia e a literatura: o ensaio e a écriture. A escrita e o segredo, o texto ensaístico como experiência e campo de possibilidades: a lei do gênero, os gêneros e a Lei.

Che cos’è la poesia?

(texto base)

“A lei do gênero”

“O teatro da crueldade e o fechamento da representação”

(outras leituras)

Aula 2

Pier Paolo Pasolini

Escritos corsários, os ensaios são para Pasolini peças de polêmica e de combate, postados entre a intervenção imediata e a crítica cultural de matriz histórica e antropológica. Um gênero em múltiplas direções: o poema-ensaio, a carta aberta, a crônica explosiva. O ensaio em direção à voz: a encenação da presença e da leitura pública, o ensaio-manifesto e sua dimensão vocal.

“O artigo dos vaga-lumes”

(texto base)

“O PCI aos jovens!”

“O romance dos massacres”

(outras leituras)

Aula 3

Suely Rolnik

A partir de Esferas da insurreição: notas para uma vida não cafetinada. Ética, micropolítica, afeto: o ensaio como zona de reflexão e escrita marcada pelo corpo e pelo desejo. O ensaio como forma tateante e afirmativa – como forma desejante, como produção do desejo. O ensaio como espaço de resistência e produção de liberdade. A questão do fascismo e suas metamorfoses e estruturas. Pensar o presente, pela escrita, a partir daquilo que, na esfera pública, vai se apresentar e manifestar também no tecido da vida privada. Leitura comentada de trechos do livro.

Esferas da insurreição

(texto base)

Aula 4

Hannah Arendt

A partir de Homens em tempos sombrios. Escrever a vida, pensar a política (e o próprio pensamento). Ética e estética, resistência e literatura se encontram aqui, imbricados com a perquirição filosófica e algum acento jornalístico. A marca da catástrofe e as formas da sobrevivência: - o que fazer ante tempos sombrios que não cantar (arquivar, elaborar, inquirir, subverter) estes mesmos tempos sombrios (Brecht dixiit)? Exilados, perseguidos, solitários, mártires: os destinos dos homens e o fio cortante da crítica. Leitura comentada de trechos do livro (sobretudo os ensaios dedicados a Walter Benjamin, Bertold Brecht e Rosa Luxemburgo).

Homens em tempos sombrios

(texto base)

Gustavo Silveira Ribeiro é ensaísta e crítico literário. Professor de Literatura Brasileira da UFMG. Publicou, entre outros, os livros A extração dos dias: poesia brasileira agora (Escamandro/2017); Poesia contemporânea: reconfigurações do sensível (Quixote+Do Editoras Associadas/2018); Antevéspera, noite interior – ensaio sobre Age de Carvalho (Edições Macondo/2018) e Uma alegria estilhaçada: antologia poética (Escamandro/Edições Macondo/2020). Escreve regularmente sobre poesia brasileira contemporânea.

Ingressos

  • Inscrição Integral

    [Pagto. em até 3X sem juros, no cartão]

    R$ 350,00
  • Inscrição Social (50%off)

    [Pagto. em até 3X sem juros, no cartão] - Destinado a estudantes de graduação e pós graduação, bolsistas CAPES/CNPq e pessoas em situação de vulnerabilidade social. (Vagas Limitadas)

    R$ 175,00
    Esgotado
  • Inscrição + Doação

    [Pagto. em até 3X sem juros, no cartão] - A quantia doada acima do valor integral do ingresso nos ajuda a manter o nosso programa de bolsas (apoie um aluno)

    R$ 450,00
  • Inscrição Ex-alunos Capivara

    [Pagto. em até 3X sem juros, no cartão] - Destinado exclusivamente aos alunos que já fizeram algum de nossos cursos pagos.

    R$ 315,00

Total

R$ 0,00

Compartilhar evento

bottom of page