top of page

#apoetadesabado Terêza Tenório - [Não tenho Amor em minhas mãos o tempo]




Importante figura da "Geração 65" de poetas e prosadores(as) pernambucanos, nasceu em Recife em 1949, estudou Direito e Belas Artes, teve seus primeiros poemas publicados no suplemento literário do "Diário de Pernambuco" e ao longo da vida lançou oito livros de poesia, com destaque para "Poemaceso", que rendeu à escritora o prêmio APCA de 1986.


Terêza Tenório ainda colaborou com periódicos nacionais e estrangeiros além de fazer parte de antologias publicadas fora do país. Como advogada, esteve envolvida em movimentos contra a violência.


O poema escolhido faz parte do livro "Noturno Selvagem" de 1981. E foi relançado no compêndio "Poemaceso", volume que reúne as reedições dos livros de poemas: Parábola (1970), O círculo e a pirâmide (1976), Mandala (1980) e a coletânea inédita Poemaceso (1985), pela Editora Philobiblion.




Poemaceso, Editora Philobiblion, 1985.







bottom of page