top of page

#apoetadesabado Maria Lúcia Alvim - Aquele que um dia fará o meu caixão

Para celebrar um ano da #apoetadesabado, estamos disponibilizando aqui no site um acervo com todas as poetas que passaram pela #.




Maria Lúcia Alvim


Nascida em família de poetas, a mineira Maria Lúcia Alvim encontrou nos versos sua profissão e paixão. Sua estreia como autora foi reconhecida com um dos principais prêmios da época, o da Gazeta de Notícias.


Aos 88 anos, no triste dia 3 de fevereiro (2021), a escritora se despediu como mais uma vítima da Covid-19. Em Juiz de Fora, Rio de Janeiro, onde residia desde 2011, Maria Lúcia estava internada há 16 dias, mas não resistiu às complicações da doença.


Somos muito gratos ao Ricardo Domeneck, Guilherme Gontijo e Maíra Nassif (Relicário Edições) por insistir na importância de destacar e valorizar a nossa poesia. Aliás, Ricardo é uma das pessoas que há anos se dedica a divulgar escritores "esquecidos", com a "Revista Modo de Usar" e diversas outras iniciativas, sempre nos apresentando poetas e poemas essenciais.


Valorizemos os poetas do nosso país!




**poema extraído do livro Batendo pasto, Relicário Edições, 2020.










bottom of page